04
Jan 10
Por

João Pinho de Almeida

, às 17:56 |

O governador do Banco de Portugal tem o condão de ser, manifestamente, infeliz nas suas intervenções públicas.  Desta vez, vem defender que Portugal não pode esperar pela recuperação económica para reduzir o défice.

 

Pois, não posso discordar mais. O caminho é exactamente o contrário. Portugal, só pode reduzir o défice se recuperar economicamente. É por isso que é fundamental reduzir a carga fiscal, promover as PME's, promover as exportações, apoiar a agricultura e as pescas, fazer investimento público cirúrgico.

 

Claro que há o caminho alternativo de aumentar impostos, fazer grandes investimentos públicos e abandonar os sectores produtivos. Mas esse foi o caminho que nos trouxe até aqui. E, é daqui que queremos sair.

 


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Na última fila da bancada do CDS-PP sentaram-se no primeiro dia, por acaso ou providência, os quatro deputados mais novos da bancada. Juntam-se virtualmente neste espaço para continuar as discussões após o fim dos trabalhos. Junte-se, leia e debata as opiniões dos deputados… Da última fila.
Autores
Cecília Meireles Graça
Filipe Lobo d´Ávila
João Pinho de Almeida
Michael Seufert
Arquivos
Pesquisar
 
Subscrever feeds