16
Abr 10
Por

Filipe Lobo d´Ávila

, às 10:46 | comentar

O Primeiro-Ministro diz que "o Partido Socialista não acompanhará nenhuma revisão constitucional que tenha como base o enfraquecimento do estado social". E dá o exemplo da saúde e da educação.

Mas evitou a pergunta do CDS de se saber se o fim/redução das deduções fiscais em saúde e educação irá ocorrer já em 2010.


Meus caros,
Há que prestar mais atenção á questão dos presos, por ninharias.
Todos nós sabemos, e de sabedoria popular, "que há mais inocentes presos do que bandidos á solta"
Em primeiro lugar, os inocentes estão acustar-nos os olhos da cara,(cerca de €48.00/dia), as priões, estão abarrotadas, algumas alem do humanamrnte aceitávél,(a amnistia Internacional está??? alerta).
Por outro lado, há demasiados bandidos á solta, simplesmente porque não há lugar para os pôr.
(a Directora Geral, de sua graça Maria Clara Albino, disso bem sabe. Mas o que interessa, é o fim do mês.)
(Ponta Delgada, talvez mereça atenção especial, "bota-fora" do Director???, que já muito podia ter sido feito, não fosse a idiotice do dito cujo)
RApazes,
"botai faladura", e urge!.
K2ou3 a 17 de Abril de 2010 às 03:03

Na última fila da bancada do CDS-PP sentaram-se no primeiro dia, por acaso ou providência, os quatro deputados mais novos da bancada. Juntam-se virtualmente neste espaço para continuar as discussões após o fim dos trabalhos. Junte-se, leia e debata as opiniões dos deputados… Da última fila.
Autores
Cecília Meireles Graça
Filipe Lobo d´Ávila
João Pinho de Almeida
Michael Seufert
Arquivos
Pesquisar