24
Mar 10
Por

Filipe Lobo d´Ávila

, às 15:17 | comentar

Fiquei ontem a saber algo de absolutamente extraordinário.

 

O Ministério dos Negócios Estrangeiros tem uma centena de conselheiros especiais que exercem funções diplomáticas em nome de Portugal. 

 

Não seria nada de extraordinário se não fosse o caso de estes conselheiros especiais serem nomeados politicamente, sem qualquer concurso e, não raras vezes, sem habilitações adequadas ao exercício das funções. 

 

Aliás, independentemente da sua idade, estes conselheiros especiais ganham praticamente o mesmo que um Embaixador com cerca de 20 anos de carreira.

 

É por estas e por outras que estamos como estamos...


Esses conselheiros ditos especiais têm assessores? E adjuntos dos assessores? E assessores dos adjuntos dos assessores? São coisas que é necessário saber.

abç
fermelanidades a 24 de Março de 2010 às 16:25

E que tal requerer ao governo uma lista com dos conselheiros com indicação de identificação, curriculum e remuneração.

Depois é só prover a divulgação pública! Sem hesitar! O PSD nada fará, pois o que quer é chagar ao poder e distribuir esses lugares por inscritos nessa agência de empregos que é o PSD.

Espero que o CDS nunca seja seduzido pelos interesses!
libertas a 26 de Março de 2010 às 01:19

Já pedi a lista ao MNE.

Peça Filipe
Faz bem!

Isto das nomeações politicas é um escandalo! Tem que acabar

Não dá para legislar?
Francisco Castelo Branco a 27 de Março de 2010 às 00:01

Na última fila da bancada do CDS-PP sentaram-se no primeiro dia, por acaso ou providência, os quatro deputados mais novos da bancada. Juntam-se virtualmente neste espaço para continuar as discussões após o fim dos trabalhos. Junte-se, leia e debata as opiniões dos deputados… Da última fila.
Autores
Cecília Meireles Graça
Filipe Lobo d´Ávila
João Pinho de Almeida
Michael Seufert
Arquivos
Pesquisar